4 de setembro de 2008


FOTOGRAFIA DO PORTO

O Porto é uma menina a falar-me de outra idade.
Quando olho para o Porto sinto que já não sou capaz
de entender a sua voz delicada e, só por ouvir, sou
um monstro que destrói. Mas os meus dedos são capazes
de tocar-lhe nos ombros, de afastar-lhe os cabelos.
Entre mim e o Porto, existem milímetros que são
muito maiores do que quilómetros, mesmo quando
os nossos lábios se tocam, sobretudo quando os nossos
lábios se tocam. De que poderíamos falar, eu e o Porto,
deitados na cama, a respirar, transpirados e nus?
Eis uma pergunta que nunca terá resposta.

José Luís Peixoto in " Gaveta de Papéis". Fotografia - " Porto visto do Palácio de Cristal"

2 comentários:

Desnorteada disse...

que texto bonito, Menphis! Obrigada por partilhares isto connosco. Gosto muito de José Luís Peixoto mas este não conhecia... beijinhos

looT disse...

Já tivemos uma conversa sobre isto é uma falha crucial eu ainda não ter lido Peixoto.

Belo texto e bela foto.

abraço