27 de abril de 2008

A liberdade para sorrir

À 34 anos atrás, vários homens valentes lutaram para que a liberdade emergisse do escuro onde estava votada, contra um regime demente, além de terem terminado uma guerra estúpida e sem sentido. Com essa vitória, veio a liberdade de expressão, a liberdade de criticar, a liberdade de podermos fazer muitas coisas até aí impossíveis. Uma dessas coisas é ter a liberdade de sair de casa à noite para...sorrir.

Porque a vida necessita sempre que tenhamos um sorriso para dar, mesmo que ela não ajude e nos tente puxar para o fundo, ás vezes nada como dar um bom sorriso, bem alto, ao lado de gente que se gosta, para descontrair e tirar do peito melancolias que teimam em não quererem desaparecer.

Na véspera do feriado de 25 Abril, e em jeito de comemoração dessa mesma liberdade, respondi positivamente, e diga-se alegremente, a um convite para sair para sorrir. Entre um copo e um dedo de conversa, apenas para fazer isso...sorrir.
Como se fosse uma homenagem a esse sorriso livre que poderemos agora gozar. Sorri muito, com satisfação, ás vezes fazendo mesmo para não evitar uma ou outra gargalhada. E sem medo que esteja alguém à nossa espera para nos questionar a razão dos nossos sorrisos.Todos nós éramos livres para sorrir e todos nós somos livres para viver com um sorriso, e de sorrir de todas as maneiras.

Num lado estavam 3 artistas sentados muito divertidos, noutro estava um público disposto a ouvi-los (...alguns, que o silêncio não era lá muito) a sorrirem juntos e libertarem de todas as energias negativas, protagonizando bons momentos de diversão, que já à muito não me lembrava de viver.

Ainda tivemos tempo para a surpresa da primeira actuação ( envergonhada, é certo, mas irrepreensível.) do nosso elemento mais novo, prometendo-quem sabe ?- um futuro a fazer sorrir em cima dos palcos.

Para final da festa, acabamos todos juntos a cantar " Grândola, Vila Morena" bem alto e com a letra na ponta da língua, festejando essa mesma liberdade conquistada à 34 anos atrás .

Para repetir ? Pois claro, o mais brevemente possível. 25 de Abril sempre ! E a liberdade para sorrirmos também !

Nota - Para uma maior compreensão deste post, acrescento que o bar chama-se " B'artista", fica em Matosinhos, ás 5ªs feiras tem noites de anedotas, assim como 6ªs e sábados noites de stand-up comedy, de artistas conhecidos. Além disso, conquistaram-me pela sua imensa simpatia, simplicidade e, pois claro, boa disposição. E como isso não bastasse, um dos proprietários é um grande campeão de hóquei em patins - do FCP, pois claro- de nome Reinaldo Ventura. Aconselhável para quem queira sorrir. Com boa companhia, de preferência.

1 comentário:

pipinha disse...

Pois é...sabe bem de vez enquando dar umas boas gargalhadas para poder descomprimir de uma vida(e como diz o nosso elemento mais novo)bué de stressada!!gostei muito! a companhia mais que agradavel e de facto eles sao excelentes!!!!RECOMENDO VIVAMENTE!!!!