16 de junho de 2011

30

30 anos.

Acabaram os “intes”, começou a era do “ intas”. Agora naquelas reuniões de família onde se falam/desejam/programam futuros e ambições vou deixar de ouvir a frase “ ainda és muito novo, não chegaste aos 30” para começar a ouvir” entããããao..já estás nos 30”, com aquele ar de bonacheirão como quem diz “não achas que já se está a fazer demasiado tarde para começares a resolver a tua vidinha, hein ? “. Por outras palavras, a pressão aumenta.

Deixei desejos pelo caminho, renovei outros, concretizei sonhos, ainda tenho outros para concretizar, errei, por vezes até tenho a sensação que errei pouco, sinto que a minha vida tem sido tão certinha que apetecia-me errar para crescer ainda mais, e deixo a minha "década 20" apenas com um amargo de boca: gostava de ter sido pai até aos 30 anos. Mais do que deixar a minha marca no coração de alguém, gostaria de ter "criado" alguém à minha imagem.

Na verdade, entro nos 30 esgotado fisicamente, e, em consequência, psicologicamente, mas com uma enorme vontade de tentar criar o meu espaço, de conseguir libertar-me de algumas amarras, e, acima de tudo, tentar preencher alguns vazios que ainda habitam em mim. Acima de tudo, de revitalizar e de abrir novos horizontes.

No fundo, gozar a vida e ser feliz como um bom trintão que já sou ;-)

5 comentários:

Madrigal disse...

Bem vindo aos trinta! Para mim a grande diferença entre ter vinte e qualquer coisa e trinta, foi que me habituei logo a dizer a idade correta! lol deve ser da importância do número, de resto a vida não muda nada, mas eu tb só os fiz à cerca de seis meses! lol

Parabéns Menphis, desejo tudo de bom para ti!

Carriço disse...

Depois de te ter dado os parabéns via facebook e pessoalmente, aqui só me ocorre dizer que tens tempo para a paternidade. Tempo e perfil, pelo que vi com o Filipinho.

Abraço

tonsdeazul disse...

Ora seja bem-vindo aos "intas"! :) Eu já cá ando há dois, já com um pé nos três! LOL

Loot disse...

Muitos Parabéns

Abraço

Menphis disse...

obrigado ao todos ;-)