1 de maio de 2009

15 anos de saudades


Hoje, de tal forma que está banalizada, é só ver os telejornais para confirmar, nem nos recordamos quando foi a primeira vez que vimos pela primeira vez a morte em directo na televisão. Eu recordo-me. Corria o dia 1 de Maio de 1994, era um Domingo igual a tantos outros, depois do almoço em família começava mais uma corrida da Formula 1. Nunca fui um grande fã de Formula 1, ou seja não parava para ver, apenas gosto de acompanhar mas sem estar a ver a corrida em directo, mas naquele dia foi diferente. Nas primeiras voltas da corrida, um grande acidente sobressaltou o coração de todos. Era Senna que tinha tido um acidente...e parecia muito grave. Num gesto egoísta perguntava a mim próprio " porquê Senna ? porquê ele ? ", pela primeira vez via a morte em directo, pior, via chocado porque morria um dos meus grandes ídolos.
Lembro-me do gesto de um médico a dizer para as câmaras que tinha acabado, do sorriso e do festejo, que nunca perdoei, do Schumacher e do funeral que parou um país. Lembro-me de tudo, nunca me esquecerei do Desportista, do Campeão, do Homem. Ayrton Senna, 15 anos depois, as saudades continuam.



2 comentários:

susana disse...

já lá vão 15 anos, sobre aquela fatídica tarde. lembro-me como se fosse hoje do silêncio que ficou lá em casa. muitas saudades do Campeão

Palavras_@vesso disse...

Tem piada também estava em casa a ver a corrida no circuito de Imola... programas de fim de semana na rtp1.
Ainda guardo, desde essa altura, um album de fotos, reportagens, postais, noticias dele.. foi um trágico dia para o mundo.Perdeu-se um mito da fórmula 1.
@veso